fbpx

A inteligência artificial (IA) e a Internet das Coisas (IoT) estão sendo fundamentais para a revolução do mercado, otimizando a eficiência operacional em grandes companhias, como hospitais, aeroportos, shoppings, escolas e centros comerciais.  Essas tecnologias estão oferecendo soluções inovadoras que melhoram significativamente a eficiência, a qualidade e a economia dos serviços. Com essas mudanças, as empresas são capazes de oferecer: diminuição de custos; maior eficiência nos processos e otimização de tempo dos funcionários. 

IA e IoT na Limpeza Empresarial sob demanda

A Inteligência Artificial está se integrando cada vez mais à nossa vida, simplificando tarefas, aprimorando a eficiência e otimizando tempo para dar atenção no que verdadeiramente importa. Conforme essa tecnologia evolui, podemos antecipar melhorias contínuas na resolução de desafios complexos nas mais variadas áreas.

Para grandes empresas, a IA e a IoT podem ser utilizadas, por exemplo, na otimização de programas de limpeza sob demanda. Isso pode ser feito a partir do monitoramento dos banheiros, que alerta as equipes de limpeza o momento adequado para se deslocarem a cada local, conforme a demanda real, reduzindo até 40% dos custos de higiene, desperdícios de água e insumos de limpeza e melhorando a satisfação dos usuários.

Alguns estabelecimentos já possuem até case, como é o caso do Aeroporto de Viracopos (Campinas) e Guararapes (Recife), por exemplo, que implantaram soluções e IA e IoT em seus banheiros. O resultado disso foi uma melhora significativa na satisfação de passageiros, redução de custos e otimização, gerando facilidade para a equipe de limpeza. Isso rendeu a chancela em uma das avaliações mais prestigiadas mundialmente que classificou os aeroportos dentre os quatro melhores do mundo.

Outro caso interessante é o Hospital Delphina Aziz, em Manaus, que conquistou o primeiro lugar na última premiação do HIS (Healthcare Innovation Show) e pelo portal Saúde Business. Para o hospital, a solução foi usar sensores de contagem de pessoas para monitorar o fluxo que passam por banheiros e locais específicos, podendo substituir as rondas tradicionais de limpeza. Também foram instalados sensores que monitoram a saúde de equipamentos, como chillers, por meio de sensores de vibração e temperatura, atuando como manutenção preditiva e evitando futuros problemas com os equipamentos.  Ou seja, podemos e devemos usar a IA e a IoT para melhorar e evoluir a eficiência operacional em grandes empresas.

Nesse cenário, a startup EVOLV, que trabalha com tecnologia para melhorar a eficiência e criar softwares para atender às necessidades do mercado, se destaca com o desenvolvimento do IoT, em que sensores de última geração realizam a coleta e análise de dados em tempo real. Esses dados são transformados em informações valiosas que podem ser entregues por meio de relatórios periódicos e alerta diretamente nos dispositivos móveis dos responsáveis. Essa abordagem simplifica a identificação de oportunidades de aprimoramento operacional e aumenta a eficiência em diversas áreas.

Sobre a EVOLVA

EVOLV é uma startup especializada no aumento de eficiência de processos de Facilities e Manutenção usando IoT e Inteligência Artificial. Com milhares de sensores espalhados pelo Brasil, a empresa é formada por um time sênior de aficionados por tecnologia. Seus fundadores foram os pioneiros em IoT no Brasil e possuem mais de 20 anos de experiência como executivos nos setores de Telecomunicações e Infraestrutura. Para conhecer mais sobre a solução EVOLV, acesse o site:

Leandro Simões

CEO e sócio EVOLV - Engenheiro Mecânico pela USP. MBA em Gestão Empresarial pela FIA. Atuou em engenharia e desenvolvimento na Bosch Brasil e Alemanha. Foi responsável por Planejamento Estratégico e M&A na Telefonica | Vivo. Atuou na construção de startups de sucesso para fundos de private equity como GP Investments e fundou empresa de tecnologia em infraestrutura de telecom que foi adquirida em 2019 pela Blackstone.
linkedin/leandro-simoes

Compartilhe nas redes sociais
16 jul 2019

Integrated Facilities Services – Uma parceria público-privada que daria certo

Ao longo do tempo está sendo colocada em xeque a máxima de que o dinheiro público salva o mercado. É chegado o momento de balizar as necessidades de otimização de custos dos órgãos federais, municipais e estaduais. Na ótica operacional, um excelente benchmarking é o da iniciativa privada para adoção de boas práticas, como o do IFS – Integrated Facilities Services.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This field is required.

This field is required.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.