Segundo Cauê Oliveira, propósito claro e liderança que valoriza as pessoas são pontos essenciais

O painel que encerrou o primeiro dia do Congresso Brasileiro de Facility Management, Property & Workplace 2020 abordou lugares excelentes para trabalhar. O diretor de Educação Corporativa na Great Place to Work, Cauê Oliveira, realizou uma apresentação para detalhar a temática “Criando um Great Place to Work em tempos de pandemia”. O painel foi moderado pela CEO da FS Educa Fatima Sousa.

Oliveira afirmou que ter um propósito claro é essencial para transformar qualquer empresa em um excelente lugar para trabalhar, para todos. O conceito se aplica também em meio à pandemia de Covid-19. Outro ponto essencial é ter uma liderança que valoriza as pessoas.

“Confiança é o que rege uma excelente empresa para trabalhar. Vai muito além de ter videogame, home office, ter paredes coloridas. É ser pautado em relações de confiança. Paredes coloridas cheias de pessoas cinzas não significa um bom lugar para trabalhar”, considerou.

O diretor apresentou uma pesquisa que mostra que uma pessoa que trabalha dos 18 aos 67 anos dedica 92.210 horas para o trabalho, o que seria equivalente a 10 anos consecutivos. Assim, mostra-se essencial gerir uma empresa para que ela seja um excelente lugar para o colaborador atuar.

Os pilares de um modelo de gestão são finanças, clientes e processos. Em todos esses pontos, segundo Oliveira, as pessoas estão presentes e são essenciais. Por esse motivo, Oliveira lista uma série de critérios que fazem de uma empresa um lugar para trabalhar. Entre eles estão inspirar, falar e escutar a verdade, fomentar o trabalho em equipe, celebrar conquistas e compartilhar os resultados. Orgulho, respeito, credibilidade, um ambiente justo e com camaradagem, ou seja, colegas de trabalho que se gostam, também são essenciais, segundo Oliveira.

“Inovação é igual a pessoas. As empresas buscam inovar o tempo todo e esquecem que são as pessoas é que vão inovar. Investir nesse modelo de gestão gera resultados competitivos”, afirmou.

“Os principais benefícios de negócio de uma cultura de alta confiança são maior satisfação do cliente ou paciente, aumento da capacidade de atrair e reter os melhores talentos, desempenho financeiro mais forte, maior engajamento dos funcionários e mais inovação”, considerou também Oliveira.

Ao final de sua apresentação, o palestrante comentou sobre o atual cenário de transformações no mundo. “Creio que essas mudanças podem ser encaradas e ressignificadas como evolução”, frisou. Na visão de Cauê Oliveira, cada vez menos as organizações com a cultura do comando e controle terão espaço para essa realidade. “Nesse momento entra o relacionamento de confiança e autonomia da gestão para que possa desenvolver e conquistar o melhor de cada colaborador. O online não substitui as emoções e calor humano do presencial, mas vem como uma bela alternativa de comodidade e facilidade de acesso. “Hoje mesmo dei treinamento para líderes numa empresa de Fortaleza e no início da tarde, em Minas gerais. O impacto é maior e pós pandemia os eventos híbridos serão a grande tendência!”, comentou.

Por Comunicação ABRAFAC

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Associe-se
Área de Associado