fbpx
Publicado em: 13/07/2022

Em constante adaptação, a área de Facility Management tem procurado se estruturar na família de normas ABNT NBR ISO 41000, conjunto de preceitos que começou a ser escrito, na Inglaterra em 2012 com o surgimento do ISO/TC-267 (Technical Committee- 267) formado, por um grupo de profissionais preocupados com a falta de reconhecimento por parte das pessoas em geral e avaliação do desempenho deste setor até aquele momento.

Em 30 de novembro de 2017 foi a reunião inicial e a criação do ABNT/CEE-267, Comissão de Estudos Especiais que é espelho do ISO TC-267, atualmente encarregado de desenvolver a série ISO 41.000 no âmbito do Facilities Management na ISO. Mesmo após todos estes anos do início das atividades de tradução e conformação das normas oriundas da Europa, o tema continua necessitando de mais iniciativas para ser difundido no país.

A partir desta realidade, a ABRAFAC – Associação Brasileira de Facility Management, Property e Workplace promoveu no dia 6 de julho, de forma online, o “1º Encontro – Norma ABNT NBR ISO 41001 para todos”, desenhado como um amplo bate-papo sobretudo o que os profissionais de FM gostariam de saber sobre o assunto, mas não tinham para quem perguntar, conforme destacou o subtítulo do evento.

Esta primeira edição contou com apresentação do engenheiro eletrônico Frederico Behmer, Conselheiro da ABRAFAC e diretor na Blue Treinamento e Desenvolvimento Empresarial. Especializado em administração de empresas e gerenciamento de projetos, ele participa na comissão ABNT/CEE-267, desde 2018, como voluntário na tradução das normas da série ISO 41000 e do Comitê ISO/TC-267 nos grupos WG6 e AG2.

Mediado por Bruna Grieco Lavrini, Diretora de Eventos da Associação, o Encontro foi aberto pela Presidente da entidade, Irimar Palombo, segundo a qual o evento faz parte de um programa criado para difundir as normas ISO, com o intuito de desmistificar conceitos, despertar o interesse e aproximar cada vez mais os profissionais de FM, Property e Workplace deste contínuo processo de aperfeiçoamento.

Além de explicar ao público a missão e a visão da ABRAFAC, a dirigente informou que a organização está montando três novos comitês – “ESG (Environmental, Social and Corporate Governance)”, “Estudo de Compras” e “FM na Área da Saúde”, os quais devem iniciar suas atividades ainda neste segundo semestre.

Para tanto, ela convidou os interessados a participar, por meio de ideias e sugestões, devendo enviar mensagem para o e-mail secretaria@abrafac.org.br.

Em sua palestra, Frederico Behmer detalhou a família de normas que compõe o arcabouço de regras e diretrizes para o setor de FM – ISO 41011:2017 – Facility Management – Vocabulário; ISO 41012:2017 – Facility Management – Diretrizes sobre processo de compras e desenvolvimento de acordos; ISO/TR 41013:2017 – Facility Management – Escopo, conceitos-chave e benefícios.

Segundo ele, a Norma ISO 41011 surgiu da necessidade de se facilitar a conversação e o entendimento dos termos, por meio da padronização dos mesmos, entre os próprios profissionais da área e entre eles e os fornecedores.

“A cada três anos as normas da ISO são revisadas para serem atualizadas, e a revisão e a atualização da ISO 41011, tem sido bem concorrida tendo novos termos sendo acrescentados ao seu conteúdo”, afirmou.

De acordo com ele, entre todas as normas relacionadas ao FM, a ISO 41012 é considerada a mais densa e complexa, pois está focada nas diretrizes sobre processo de compras e desenvolvimento de acordos, áreas que não raramente são negligenciadas nas empresas.

Já a ISO/TR 41013 começou a ser traduzida em 2017, tendo sido criada para explicar o escopo do FM, conceitos chaves e benefícios, vindo a auxiliar o entendimento das normas, fornecendo o contexto para uso e aplicação dos conceitos. “O grande trunfo dela foi ter nos ajudado a entender melhor a ISO 41011 e aplicação dos seus termos e definições. O ideal é ler primeiramente a ISO 41011 para poder conhecer o vocabulário e os conceitos, e só depois partir para a leitura da ISO/TR 41013 e demais normas”, argumentou.

A norma ISO 41001 especifica os requisitos para um sistema de facility management quando uma organização de FM: a) precisa demonstrar a entrega efetiva e eficiente de FM que suporte os objetivos da organização demandante; b) tem por objetivo atender, de forma consistente, às necessidades das partes interessadas e os requisitos aplicáveis; e c) tem por objetivo ser sustentável em um ambiente globalmente competitivo.

O palestrante enfatizou ainda a importância da boa comunicação no setor de FM. “Além disso, faz-se necessário documentar todas as informações, para consultas futuras e acompanhar o desenvolvimento de equipamentos e processos, pois a constante avaliação do histórico do equipamento serve como base para se fazer melhorias operacionais.

Mesmo com todo conhecimento já desenvolvido em torno das normas voltadas ao FM, atualmente, no mundo, apenas 69 empresas têm a certificação ISO 41001 para seu Sistema de Facility Management.

“A maioria é formada por medias e pequenas empresas. O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking, com 13 firmas certificadas, ficando atrás apenas da Arábia Saudita, com 14. Infelizmente, esperava mais”, complementou Behmer.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Associe-se
Área de Associado