fbpx
Publicado em: 01/11/2022

Por Workplace Arquitetura Corporativa

Workplace – como todos sabem, do inglês ‘LOCAL DE TRABALHO’.

E não foi à toa que esta palavra deu nome ao nosso escritório de arquitetura: pensamos, projetamos, executamos e vivemos locais de trabalho.

Mas, você já parou para pensar como o ‘local de trabalho’ se transformou intensamente nos últimos anos? Claro, no pós-pandemia ainda mais, entretanto já era uma mudança em curso.

O que é chamado de empresa, corporação, escritório, firma ou simplesmente ‘trabalho’ já não é mais o que era antigamente. A primeira e mais visível mudança é a mobilidade proporcionada pela tecnologia. Hoje, Workplace pode ser um Coworking, nossa casa e até um café que tenha tomada disponível e um bom Wi-Fi.

Mas, porque então, as empresas seguem insistindo em ter um escritório, pagar aluguel, gerar todas as manutenções no espaço que o FM precisa estar atento e convencer os colaboradores que algumas vezes da semana devem ir presencialmente?

Depois de muitas reflexões por aqui, chegamos a uma resposta bem simples, direta e que explica tudo: PORQUE SOMOS HUMANOS! E humanos precisam conviver para se sentirem bem (isto está no nosso comportamento mais profundo e antigo: viver em grupo garantia sobrevivência nos tempos da caverna e por isso, nos gerava segurança e bem-estar. Biologicamente, temos um hormônio, a Ocitocina, que modula nossa vida social e se sentir pertence a um grupo é tão importante – estão aí, as redes sociais, mesmo digitais, ocupando tanto do nosso tempo… mas, este seria um assunto para outro artigo).

Agora, você acabou de ler o parágrafo anterior e se lembrou que seus colaboradores seguem dizendo que preferem Home Office a voltar para o escritório. Será?

Claro, que existem comodidades do Home Office que são indiscutíveis: tempo de deslocamento poupado, flexibilidade, economizar roupa para trabalhar, estar perto da família, conforto…

Conforto? O Home Office tem realmente o mesmo conforto planejado que um escritório tem? Você já parou para pensar que apenas um escritório tem conforto ergonômico, térmico, acústico, de iluminação, ventilação em um único lugar? Nossa casa até pode ter sido bem reorganizada na pandemia, mas oferecer todos os confortos juntos realmente é um desafio.

Além disto, também entendemos que o escritório carrega uma outra grande e importante função: ATERRISSAR A CULTURA DA EMPRESA. O jeito que a empresa funciona, seus valores, sua forma de pensar e até mesmo o logo estampado em cada detalhe pode ser transmitido à distância, não tenha dúvida. Só que nunca na VELOCIDADE da convivência presencial que os times sentem quando estão no escritório. É só você observar o engajamento e conexão entre as pessoas, especialmente, para os colaboradores recém-chegados na empresa.

E afinal, quais são os pilares que dão origem ao título deste artigo? Depois de muito pesquisar, interagir com nossos clientes e analisar nossos projetos, entendemos:

Pilares essenciais para o futuro do Workplace

Social: unir pessoas, diversificar a convivência, gerar pertencimento ao grupo (empresa) e comunidade (sociedade)

Saudável: atenção à saúde física e emocional, sempre cumprindo aspectos sanitários do pós-pandemia

Sustentável: cuidar do meio e priorizar elementos naturais no espaço

Adaptável: atender necessidades sob demanda prontamente

Conectado: catalizador de ideias e decisões presenciais e remotas para fazer o negócio girar com a agilidade da tecnologia

Cultural: concretizar o jeito de ser da empresa com a velocidade que o mundo de hoje demanda

Confortável: atender a amplitude de confortos de forma funcional: ergonômico, térmico, acústico, de iluminação e ventilação

Atraente: que o colaborador se sinta motivado a estar no escritório e não porque recebeu uma exigência

Único: que este espaço seja projetado para representar sua empresa e não se compare a nenhum outro lugar que seus colaboradores, fornecedores e clientes conheçam. Afinal, sua empresa é única no mercado que atua.

Estas e outras reflexões fazemos constantemente em nossos projetos com nossos clientes, sempre atentos ao futuro do Workplace. Aproveite e veja se seu escritório está no caminho destes pilares do futuro do trabalho.

Claudia Trentin

Head de Customer Success na Workplace Arquitetura Corporativa. Formada em Marketing e Comunicação pela ESPM com MBA em Gestão Empresarial, Pós-Graduação em Marketing Digital em 2021, ambos pela FIA e Pós Graduação em Neurociência e Comportamento Humano pela PUCRS

Caso você tenha interesse de que seu artigo também seja apresentado no site da ABRAFAC, encaminhe por e-mail para secretaria@abrafac.org.br
Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.